quarta-feira, 14 de agosto de 2019

PROJETO #4QUARTAAUMENTADA



O projeto #4QuartaAumentada, idealizado pelo grupo Instrumental Picumã, de Porto Alegre, tem reestreia marcada para o dia 14 de agosto. Depois da realização de 25 edições, o evento de música instrumental agora será realizado quinzenalmente no Gravador Pub (Rua Conde de Porto Alegre, 22 - bairro São Geraldo, Porto Alegre).
A #4QuartaAumentada foi criada com a intenção de estimular a cena da música instrumental, não somente através de shows, mas também com troca de experiências, formação de público e interação entre os músicos. Ela funciona como um clube de vivência da cultura instrumental, proporcionando momentos de jam session após as apresentações.
Depois de uma edição marcante, com participação do multi-instrumentista paulista Arismar do Espírito Santo, a 26ª edição terá como convidados Leandro Rodrigues Trio e o grupo Terra Brasilis. Quinzenalmente, no Gravador Pub, o Instrumental Picumã receberá dois grupos de música instrumental. Depois das apresentações, o palco fica aberto aos músicos presentes. 


Conheça o Instrumental Picumã
Grupo gaúcho de música instrumental que busca valorizar a sonoridade típica da música regional, agregando a sonoridade do choro e da bossa nova, dos ritmos latinos, como candombe, salsa e chacarera, além da sonoridade afro-brasileira. Seus shows retratam a música regional gaúcha com influências e fusões de culturas vizinhas, tendo no repertório composições autorais, além de releituras de compositores como Tom Jobim, Hermeto Pascoal, Miles Davis, Astor Piazzola, Lito Vitale. 
O Instrumental Picumã é formado por Paulinho Goulart no acordeon, Matheus Alves na guitarra semi-acústica, Texo Cabral na flauta, Miguel Tejera no contrabaixo e Bruno Coelho na percussão. O grupo lançou em 2017 seu primeiro disco, intitulado Picumã. No ano de 2018 o trabalho recebeu 4 indicações ao Prêmio Açorianos de Música referente a produções de 2016/17, consagrando-se como melhor disco instrumental e garantindo também o prêmio de revelação do ano. 

Conheça os convidados
Leandro Rodrigues Trio:
Leandro Rodrigues é acordeonista, violonista e compositor. Possui dois discos gravados e três troféus no Prêmio Açorianos de Música. 
Em um show de músicas instrumentais autorais, Leandro contará com o baixista Leonardo Medeiros, de Santa Maria, e Jean Carlo Godoy, músico e compositor formado pela UFRGS, no violão sete cordas.

Terra Brasilis:

Descortinar os encantos da música instrumental brasileira e levar a plateia a uma verdadeira redescoberta de sons, sentimentos e experiências é a proposta do Terra Brasilis. Formado pelo trombonista André Mensch e pelo flautista Lucian Krolow, o grupo ainda leva ao palco Lucas Esvael no violão, Miguel Tejera no contrabaixo e Rafa Marques na bateria. Juntos, eles apresentam um repertório elegante e repleto de influências que vêm da música brasileira, do jazz e dos ritmos latinos.


Reestreia da #4QuartaAumentada

com Instrumental Picumã, Leandro Rodrigues Trio e Terra Brasilis
Data: 14 de agosto, quarta-feira
Horário: 20h
Local: Gravador Pub (Rua Conde de Porto Alegre, 22 - bairro São Geraldo, Porto Alegre)
Ingressos: À venda no local - R$20,00


Contatos:
TAMBOR PRODUÇÕES
Raffaela Reis - assessora de imprensa | (51) 99699.6482
Tayná Cabral - produtora | (51) 99420.0523

terça-feira, 13 de agosto de 2019

BAITA FESTA NA MINHA TERRA

A partir desta quarta-feira, 14, até o dia 18 de agosto, o meu torrão natal, Santo Antônio da Patrulha, realiza uma baita festa, formada por quatro importantes eventos simultâneos: FENACAM, 9ª FEIRA DO LIVRO, FEIRÃO ACISAP e 33ª MOENDA DA CANÇÃO.
Além das delícias gastronômicas de Santo Antônio da Patrulha, que são conhecidas de todos os gaúchos, como o sonho e a rapadura, o visitante poderá apreciar muitas outras atividades.
A Feira do Livro inicia no dia 14 com diversas atividades como Baile da Melhor Idade, apresentações artísticas, contação de histórias e, é claro, sessões de autógrafos com importantes escritores. O Patrono da Feira 2019 é o historiador Jaime Nestor Muller, conhecido pelo trabalho que realiza na divulgação da história e do turismo no município. A escritora homenageada é Ana Zenaide Gomes Ourique, presidente do Instituto Histórico e Geográfico, conhecida pelas pesquisas históricas, principalmente em relação às Cavalhadas e à cultura açoriana. Dentre os escritores que autografam suas obras na Feira, estão o jornalista e crítico musical Juarez Fonseca, autor de Gildo de Freitas - O Rei dos Trovadores, e o cantor e compositor Juliano Javoski, autor de Caraí Chamame:Reza-Dança. Também no dia 14/08, abre suas portas o Feirão ACISAP/CDL, no qual o público poderá aproveitar as muitas ofertas do comerciantes patrulhenses.
A programação artística da FENACAM 2019 oferece atividades constantes, dentre as quais destacam-se os espetáculos:
Quarta-feira, 14/08
14h: Nilmar Show - Baile da Melhor Idade
20h30: CurtiSamba
Quinta-feira, 15/08
9h30: Thomas Machado
20h30: Guri de Uruguaiana
Sexta-feira, 16/08
19h: Bruno e Breno
Sábado - 17/08
18h: Anderson e Vinícius
19h: Luiz Marenco
Domingo, 18/08
16h30: Grupo Vanerô
17h30: Rafa Batista
Pra coroar de sucesso o final de semana, a partir da sexta-feira, 16/08, acontecerá a Moenda da Canção, um dos mais prestigiados festivais de música do Rio Grande do Sul. Além das 20 músicas concorrentes na 33ª Moenda e na 9ª Moenda Instrumental, o publico que comparecer ao Ginásio de Esportes terá o privilégio de assistir ótimos espetáculos: Na sexta-feira, a jovem Luiza Barbosa, estrela do The Voice Kids e os fantásticos intérpretes Analise Severo e Jean Kirchoff com o show "A Vida da Gente é Assim". No sábado, Grupo de Danças Alegria de Mi Alma e o cantor afro-açoriano Kako Xavier, no show comemorativo aos "25 anos de carreira". No domingo, o excelente cantor Joca Martins apresenta a "Bailanta do Joca".
A Fenacan 2019 é uma iniciativa da Prefeitura municipal de Santo Antônio da Patrulha, através da Secretaria da Cultura, Turismo e Esportes e da Secretaria da Educação, com os apoios de ACISAP e CDL.A Moenda da Canção é promovida pela Associação Moenda de Arte e Cultura.

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

FESTEJOS FARROUPILHAS LANÇADOS EM BRASÍLIA

Parabéns a gauchada que fez bonito ontem (07/08) em Brasília, capital do nosso Brasil.  Saudação especial ao amigo César Oliveira, que com dinamismo e dedicação conseguir mobilizar artistas e autoridades importantes.  César é um batalhador incansável pela valorização da cultura gaúcha e foi, merecidamente, escolhido como Patrono dos Festejos Farroupilhas de 2019. 
Reproduzo a seguir, matéria veiculada na ZH desta quinta-feira. 


Mais de 500 quilos de carne e 12 churrasqueiros de Lagoa Vermelha fazem parte de uma festança gaúcha na noite desta quarta-feira (7), em Brasília.   Liderados pelo cantor César Oliveira, patrono dos Festejos Farroupilhas 2019, diversos músicos, trovadores gaúchos compareceram ao CTG Jayme Caetano Braun, levando um pouco da música e da cultura gaúcha. 
Oficialmente, foi o lançamento dos Festejos Farroupilhas 2019 e da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Tradição e Cultura Gaúcha. O evento reuniu centenas de autoridades e entusiastas das tradições.
Entre os tradicionalistas, há a expectativa de que o apoio político em Brasília possa viabilizar a ampliação de financiamentos de projetos que incentivem a cultura regional. Um dos alvos é a Lei Rouanet, já que a Secretaria Especial da Cultura promete utilizá-la no apoio a eventos de pequeno e médio porte fora dos grandes centros urbanos. 
Presidente da frente parlamentar, o deputado federal Ronaldo Santini (PTB) fez discurso prometendo liderar ações para incrementar a cultura gaúcha e, por meio dela, promover investimentos no Estado.
No cardápio servido aos convidados, além do churrasco de Lagoa Vermelha, havia carne de ovelha, levada de Bagé e Pantano Grande, além de vinhos e espumantes da Serra. 
O presidente Jair Bolsonaro chegou a confirmar presença, mobilizando amplo esquema de segurança, mas cancelou a participação na última hora. Já o governador Eduardo Leite acompanhou o evento, ao lado de outros representantes do Piratini e de diversos parlamentares estaduais e federais.
No final da noite, após a aprovação dos últimos destaques da reforma da Previdência, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi ao CTG prestigiar o evento, elogiou a atuação da bancada gaúcha e a criação da frente parlamentar. 
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, fez discurso enaltecendo a cultura gaúcha e foi um dos mais aplaudidos no evento. 
Além de Mourão, estiveram no evento representando o governo federal os ministros Sérgio Moro (Justiça), Ernesto Araujo (Relações Exteriores), Osmar Terra (Cidadania) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

terça-feira, 6 de agosto de 2019

DIA DO DECLAMADOR GAÚCHO


Na tarde do dia 05 de agosto de 2019, no Palácio Piratini, o governador Eduardo Leite sancionou a lei que cria o Dia do Declamador Gaúcho, a ser comemorado anualmente no dia 15 de dezembro. O projeto, protocolado pela ex-deputada Regina Becker na última legislatura, foi reapresentado este ano pelo deputado estadual Dirceu Franciscon e aprovado no Plenário da Assembleia, por unanimidade, no dia 16 de julho.  
O dia 15 de dezembro foi designado como o Dia do Declamador Gaúcho, por ser a data de nascimento do grande declamador Darcy Fagundes.    Darcy Fagundes foi um  profissional da comunicação que consagrou a declamação e a temática do regionalismo gaúcho nos espaços que ocupava no rádio e na televisão. 
O projeto, que agora é lei, entra em vigor a partir do dia 06/08/2019, após ser publicado no Diário Oficial do Estado. 
Prestigiaram a cerimônia, a filha de Darcy, a jornalista Luciane Fagundes, a declamadora Liliana Cardoso e o cantor Ernesto Fagundes, sobrinho de Darcy.

Darcy Fagundes: 
Nascido em Uruguaiana, no dia 15/12/1925, Darcy Fagundes da Silva era o primogênito de uma família de onze irmãos, dentre eles o comunicador, poeta e historiador Antônio Augusto Fagundes. Quando veio para Porto Alegre para estudar, em 1952, Darcy conheceu o produtor e radialista Nelson Cardoso, por quem foi convidado para ingressar na Rádio Farroupilha, dando início a sua carreira no regionalismo. Darcy foi o criador do reconhecido programa “Grande Rodeio”, em que se consagrou e passou a fazer parte da história do rádio.  Mais tarde, conduziu o programa Madrugada Gaúcha, na Rádio Gaúcha. Também atuou na TVE, comandando o programa Invernada Gaúcha.   Em 1958, lançou o LP "Tropa Amarga", no qual declamava versos de Luiz Menezes e seus.  
Era um apaixonado pela arte de declamar e a dominava como ninguém.  Sempre incentivou a criação dos festivais nativistas de música e de poesia, como forma de dar oportunidade aos talentos artísticos do Rio Grande. 
Darcy Fagundes da Silva faleceu em 22/06/1984, aos 59 anos de idade. 

Fonte: Voz Nativa