domingo, 30 de outubro de 2011

Transmitindo o Festival do Cooperativismo


Na sexta-feira passada, 28, estive em Bento Gonçalves, transmitindo para a Rádio Rural AM 1120, a segunda etapa classificatória do 5º Festival o Rio Grande Canta o Cooperativismo. Participou comigo da transmissão o técnico de externas Jean "Chê" Marques.

Achei bem interessante o nível musical da dez  concorrentes e até concordo, parcialmente, com a escolha dos jurados. Na minha ótica,  as músicas "Homem da Terra", de José Mauro Nardes, Severino Moreira e Sergio Rosa, interpretada por Jean Kirchoff, e "O Rio Grande Abraçado", de José Cesarim e Wilson Paim, com o próprio Paim,  mereciam melhor sorte. Mas festival é assim mesmo, sempre fica alguma música boa de fora da final. No mais, foi show de organização. Parabéns,  Zigomar Batista, Professor Vergílio Périus e Iano, integrantes do Sescoop/RS, entidade promotora do festival.
Dia 18 de novembro, estaremos em São José do Ouro, transmitindo a 3ª Etapa, ao vivo pra todo o Brasil. Acompanhem.


sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Antonyo Rycardo no Tulio Piva

O cantor e exímio instrumentista Antonyo Rycardo se apresenta no Teatro de Câmara Tulio Piva na próxima terça-feira, 18 de outubro, a partir das 20h30min.  Ele estará companhado no palco pelos músicos Paulinho Cardoso no acordeon, Marco Michelon na percussão e Rodrigo Maia no contrabaixo. No repertório, musica nativista mesclada com clássicos do folcolore brasileiro e sul americano.
Baita oportunidade para assistir um dos mais importantes artistas do Rio Grande do Sul.
O espetáculo, com entrada franca,  integra o projeto "Música dos Gaúchos" desenvolvido pela Secretaria de Cultura de Porto Alegre.
O Teatro de Câmara  fica na Rua da República, 575, Cidade Baixa, em Porto Alegre.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Leonel Gomez, Hoje no Boteco Tchê

O acordeonista e cantor Leonel Gomez, destacado represetante da música de fronteira, estará se apresentando nesta quinta-feira, a partir das 22 horas, no Boteco Tchê, o ponto de encontro da gauchada na capital do estado. O Boteco Tchê fica na Rua José do Patrocínio, 885, no bairro Cidade Baixa.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Mariposa Marrón de Madera

Minha amiga Clarissa Ferreira, uma das mais destacadas instrumentistas do estado, encanta os palcos do Rio Grande do Sul com a sonoridade de seu violino, seu talento, sua beleza e simpatia. Recentemente levou o troféu de melhor instrumentista do 4º festival Tradição e Coragem, realizado na cidade de Pelotas.  Além de suas participações em festivais, Clarissa vem desenvolvendo o projeto "Mariposa Marrón de Madera"  no qual demonstra seu virtuosismo executando clássicos populares e eruditos.
Confira onde ela se apresenta nos próximos dias e não deixe de assistir.

domingo, 9 de outubro de 2011

AGENDA JULIANA SPANEVELLO

Para aqueles que admiram o trabalho e o talento da cantora Juliana Spanevello, eis que publicamos sua agenda para os próximos dias.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

SHANA MULLER


Ontem, no Theatro São Pedro, senti um misto de felicidade, emoção e orgulho ao assistir naquele palco, um dos mais importantes e concorridos do estado, a apresentação da cantora Shana Müller, naquele que foi o primeiro ato da turnê nacional do projeto "Brinco de Princesa".  Felicidade por ver o outrora sisudo e elitista Theatro São Pedro mais uma vez abrir espaço para a cultura regional gaúcha. Emoção por perceber nos gestos e no olhar da artista a certeza de que o sonho daquela jovem prendinha montenegrina, mas de coração alegretense,  em se tornar uma importante intérprete do folclore gaúcho e latino americano, está materializado de forma absoluta.  Orgulho por notar que a minha amiga Shana Mulller, que conheci em 2001, se tornou uma grande cantora,  afinadíssima, que preenche o palco com sua beleza, sua graça, seu talento e, sobretudo, por que se porta com notável maturidade profissional.  Isso mesmo, Shana Muller alcançou a maturidade artística, digo isto lastreado pelos meus 15 anos de vivências como homem de imprensa e produtor de eventos. Mas minha afirmação se baseia também no privilégio que tive de acompanhar os primeiros passos  da sua carreira,  de testemunhar suas incertezas quanto a trajetória artística, de ver que em determinado momentos o jornalismo ganhava terreno em detrimento à musica, de ver seu coração dividido e angustiado por amar as duas atividades e ter que escolher uma delas. E eu sempre por perto, dando sugestões eventuais, mas apoiando as suas iniciativas. Aprendi a conhecer Shana Muller e acima de tudo aprendi a admira-la, como artista e principalmente como pessoa.

Hoje estou feliz, emocionado e orgulhoso em presenciar o sucesso da  minha amiga. 
Ela vai conquistar o Brasil, tenham certeza disto.