segunda-feira, 30 de junho de 2014

RODEIO DE POETAS DA EPC

Nova diretoria da Estância da Poesia Crioula
Tive o privilégio de participar, ao final da tarde do último sábado, do 58º Rodeio de Poetas da Estância da Poesia Crioula, realizado no auditório do prédio da OAB/RS.  Que acontecimento emocionante e bonito, durante o qual tive o privilégio do reencontro e do convívio com velhos e queridos amigos, além de uma boa prosa com os mais recentes também. 
Na abertura dos trabalhos,  comandados com brilhantismo pelos apresentadores Odilon Ramos e Adriana Braun, o pajador Paulo de Freitas Mendonça, o cantor Raul Quiroga e o Grupo Americanto apresentaram um pequeno, mas excelente espetáculo de pajadas e canções que lembraram o "mito" Jayme Cetano Braun. 
Francisco Azambuja
O evento prosseguiu com homenagens a ex-fundadores da "Academia Xucra do Rio Grande" e ao poeta Juca Ruivo, patrono espiritual do conclave. No bojo das homenagens foram ouvidos alguns poemas interpretados por competentes declamadores, como Darci Everton Dárgen, Francisco Azambuja, Neiton Peruffo, José Machado Leal e Odilon Ramos. Coisa bonita de se apreciar.

Wilson Tubino
Mas, a meu ver, o momento de maior significado do encontro, foi a passagem do cargo de presidente da EPC, quando o poeta e meu amigo Cândido Brasil despediu-se da função e apresentou seu sucessor,  o poeta, compositor, escritor, locutor e comunicador Wilson Tubino, que comandará a entidade no biênio 2014/2015.  A emoção de ambos contagiou a todos que lá estavam.  
Neiton Peruffo

A respeito de Tubino, não posso deixar de registrar o quanto admiro este cidadão que, além de grande ser humano é um dos mais brilhantes profissionais do rádio com quem tive a honra de trabalhar. Faço questão de afirmar que seu trabalho me serviu de inspiração no início das minhas atividades como radialista.  Há muito me orgulha o fato de ser seu ouvinte e, principalmente, de ser seu amigo.
Desejo muito sucesso a Wilson Tubino, ao mesmo tempo em que parabenizo ao Cândido Brasil pelo excelente trabalho realizado á frente da entidade. 
Reafirmo a estes diletos amigos que podem contar sempre comigo na divulgação e na valorização da EPC.

sexta-feira, 20 de junho de 2014

SEMANA CULTURAL APPARICIO SILVA RILLO

Recebi do prezado amigo, poeta e escritor Israel Lopes, este chasque que divulga a Semana Cultural Apparício Silva Rillo,  cujas atividades iniciam no próximo domingo, 22 e se estende até o outro sábado, 28 de junho no município de São Borja.
A programação inicia com uma Missa, as 19h, na paróquia São Francisco de Borja, em homenagem a Rillo, pelo 19º aniversário de sua morte.   
Na quinta-feira, 26, acontece o Sarau Literário na sede do Grupo Os Angueras. No sábado, 28, o Caderno de Cultura da Folha de São Borja publica uma matéria especial sobre o homenageado.
De segunda-feira, 23, até sexta-feira, 27, ocorre o Circuito Cultural Rillo, cujas atividades serão desenvolvidas simultaneamente em quatro locais da cidade.
1. Museu Apparício Silva Rillo:  Exposição  “Da Minha Janela” , com obras de Rillo fotografadas por Ubirajara Azevedo
2. Escola Apparício Silva Rillo: Apresentação do vídeo “Vida e Obra do Poeta”  feito pelos alunos
3. Museu Os Angueras:  Exposição de  cartazes e poemas do alunos do projeto AABB Comunidade.
4. IFF:  Exposição de livros e objetos de Rillo
             23 e 24: Estátuas Poéticas
             25:  Hinos criados pelo poeta
             26:  Encenação de Contos Rapa de Tacho

             27:  Tertúlia

Quem foi Apparício Silva Rillo:
Poeta, folclorista, compositor e escritor.
Nasceu em 8 de agosto de 1831, em Porto Alegre e faleceu em 23 de junho de 1995, em São Borja.
.Apesar de ser natural de Porto Alegre, adotou São Borja como sua querência.
Publicou artigos e ensaios na imprensa, livros de contos, de poesia e peças de teatro. Autor de Literatura de Latrina, sobre frases escritas nos sanitários das cidades gaúchas, Publicou também os livros Já se vieram, em 1978 e a série Rapa de Tacho.
Ganhador do Prêmio Ilha de Laytano em  1980 e o Prêmio Nacional de Crônicas, em 1978.
Foi membro da Academia Riograndense de Letras e da Estância da Poesia Crioula. 
Em 1962, fundou o Grupo Amador de Arte "Os Angüeras", o mais antigo em atividade no Rio Grande do Sul. Em 1979, junto à sede do Grupo, organizou o Museu Ergológico da Estância, que na linha folclórica é um dos únicos do Brasil. Foi um dos fundadores do Festival de Músicas para o Carnaval da cidade de São Borja em 1967. A partir de 1995, com sua morte, o festival passou a receber o seu nome, passando a se chamar Festival de Músicas Para o Carnaval Apparício Silva Rillo.  O evento acontece anualmente e conta com competições de marchas e sambas para o carnaval da região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.
É autor de inúmeras  trabalhos sobre poesias, prosa, peças de teatro, novelas, teses, monografias, antologias, além de folclore e história. 
Na música teve como principais parceiros os compositores  Luiz Carlos Borges, Mário Barbará Dornelles e Vinícius Brum.

É o autor dos Hinos dos município de São Borja, Cerro Largo e Santa Rosa. 

sexta-feira, 13 de junho de 2014

A COPA NA OPINIÃO DE ARTISTAS

Bueno minha gente. Nesta quinta-feira, começou a Copa do Mundo do Brasil e, independente de sermos contra ou a favor da realização do evento, ele nos afeta de alguma forma.  
E quanto a Seleção brasileira, será que podemos levar fé?    
E os artistas gaúchos, o que pensam sobre a Seleção e sobre a Copa?
Para saber mais sobre isto, enviei uma relação de perguntas para cerca de 40 pessoas ligadas a arte e a cultura do nosso estado.  A maioria não respondeu, infelizmente. Mas vamos valorizar e agradecer aos que deram atenção ao nosso desafio e publicar as suas respostas.  
Confiram:


Perguntas:

1.  Para qual (is) seleção (ões) tu vais torcer ?

ANDRÉ LUCENA (vocalista  e diretor do grupo Quero-Quero):  
Resposta: Brasil











EDSON DUTRA (acordeonista e cantor. Diretor do grupo Os Serranos):  
Resposta:  Não torcerei para nenhuma seleção.  Apenas que a nossa, nesta copa, não ganhe.










ÉRLON PÉRICLES (cantor e compositor):  
Resposta: Olha só, o futebol não é o meu forte, gosto do esporte, mas confesso que não me ligo muito no futebol...
Vou torcer pelo Brasil logicamente, pelo patriotismo...










GRUPO MAS BAH
Resposta: Brasil e também para que dê Argentina e Brasil na final (risos)







ITA CUNHA (cantor e compositor):  
Resposta: Em primeiro lugar Brasil, mas tenho um grande carinho pelos nossos irmãos uruguaios e argentinos se o Brasil não chegar lá, vou torcer para um deles.










JADIR OLIVEIRA (poeta e pajador):  
Resposta: Uruguay











JEAN KIRCHOFF (cantor e compositor): 
Resposta: Com toda a certeza, o nosso Brasil!








LÉO RIBEIRO (poeta e compositor):  
Resposta: Brasil (sem muito entusiasmo) e, em segundo, o Uruguai.








ROGÉRIO MELO (Cantor e compositor. Forma dupla de sucesso com César Oliveira)
Resposta:   Brasil. 

SIDI BIRIVA (cantor e compositor):
Resposta: Brasil







ZÉZINHO (cantor e acordeonista. Diretor do Grupo Floreio):  
Resposta: Brasil













2.  Por quê ?

ANDRÉ - R:   Primeiro porque sou apaixonado por futebol. E segundo porque a festa está marcada e nossa parte, agora, é torcer pela seleção, "curtir" essa copa dentro do nosso país, que é o que todo mundo sempre quis festejar.

EDSON - R: Porque se ganhar, o povo sairá às ruas feliz da vida e se esquecerá dos reais problemas que temos no país, por um bom tempo. Logo vem as eleições e os ladrões que aí estão a nos governar, continuarão.
O Brasil  precisa ser hexa campeão em saúde, infra-estrutura, transportes, educação e segurança. Também deveria ser em pesquisas tecnológicas e científicas. Depois, poderíamos ter o orgulho em ser hexa em futebol...

ÉRLON -  R: Acho que um dos destaques que tem o Brasil mundo afora é o futebol, temos mundialmente esta fama de ser o pais do futebol, esse pode ser um bom motivo para que se continue essa fama,  afinal num país de contrastes sociais e tantos problemas com relação a política e outras coisas, o futebol mostra algo que dá certo no Brasil...  

ITA - R: Porque eu sou daqui e continuo acreditando no nosso país

JADIR - R: Se o Brasil ganhar vai mascarar ainda mais essa roubalheira que se instalou no Brasil

JEAN -  R: Obviamente que nosso país passa por dificuldades e problemas diversos, são tantos e tantas reivindicações, que esse espaço se torna pequeno para mencioná-los; acho que a copa deveria ter sido vista antes, no início de tudo; quando foram pedir para que acontecesse aqui no brasil, consultaram alguém? Bueno, agora não adianta querer mudar algo que não vai mudar mesmo! Mas, de coração, sinceramente, penso nas crianças! Naquele clima de festa que vivi quando menino, da felicidade que tive de viver isso, as ruas cheias de bandeirinhas, calçadas e caras pintadas vibrando com a copa, torcendo pela nossa seleção; não podemos privar nossos pequenos de viver essa energia, acho que é uma das maneiras de construir nosso patriotismo, afinal, moramos aqui, vivemos aqui e, futuramente, essas mesmas crianças, assim como a gente, não poderão se eximir do seu compromisso social, da sua cidadania, do meio em que vivem... Afinal, somos brasileiros! Do contrário, é só pegar as malas, mudar e ir torcer pra outro país... 

LÉO -  R: Por ainda ser patriota (apesar de tudo)

MAS BAH  - R: Acreditamos que ao contrário do que se diz sobre a rivalidade com os argentinos, na verdade somos irmãos e torcemos pelo sucesso deles.

ROGÉRIO - R:  Porque jamais torceria pra outro país que não o meu!

SIDI -  R: Apesar dos problemas do nosso Brasil independente da situação política, Somos Brasileiros

ZEZINHO: R: Pra alegrar o povo brasileiro

3.  Onde tu vais assistir aos jogos ?

ANDRÉ -  R:  Em vários lugares. Alguns na casa do meu pai, que cria um clima e um ambiente especial a cada jogo. Outros "em trânsito", em algum hotel ou restaurante da estrada, se estiver viajando a trabalho.

EDSON - R:  Assistirei a alguns em minha casa ou até fora dela. Não estou preocupado com isso, embora goste demais de futebol. Prefiro os jogos do meu Grêmio, embora o time, no momento, não esteja correspondendo à grandeza da história do nosso clube.

ÉRLON - R: Por casa ou em alguma reunião com amigos

ITA - R: Em casa com a família, os amigos e o meu cusco!

JADIR -  R: Em casa

JEAN -  R: Com a família, em casa, litoral norte!

LÉO -  R: Pretendo assistir em casa (os do BrasiL) e no trabalho (os demais).

MAS BAH - R: As quintas-feiras é o nosso dia de ensaio, iremos manter este compromisso, dando uma olhada para a "tela" de vez em quando.

ROGÉRIO - REm casa e na estrada de acordo com o trabalho!

SIDI - R: Em casa, tenho um Galpão onde juntamente comigo muitos amigos assistirão também.

ZEZINHO - R: Em casa

4.  Alguma preparação especial para assistir aos jogos?

ANDRÉ - R: vestir a camisa "amarelinha" é imprescindível.  E, se possível, a pipoca também.

EDSON -  R: Nenhuma

ÉRLON – R:  Não...na verdade o grande lance dessa copa do mundo pra mim é que compus uma canção junto com o Borges, A COPA É NOSSA, que  esta circulando em um clip na internet, e tocaremos ela ao vivo na FAN FEST que abre o mundial em Porto Alegre, dia 12 no Anfiteatro Por de Sol. Cantarei junto com Borges, Shana Muller e Neto Fagundes... este pra mim será o grande momento da copa...

ITA – R:  Um mate véio bem tupetudo e alguma guloseima!  Hehehe,,,!

JADIR – R: Barrilzito de ceva

JEAN – R:  Um mate bem gaúcho e brasileiro!

LÉO – R: Em casa, o de sempre. Pipoca, um vinho tinto seco e, quem sabe, uma carne no braseiro.

MAS BAH - R:   Nenhuma preparação especial.

ROGÉRIO - R:  Não

SIDI – R: Somente a torcida

ZEZINHO – R: Não

5.  Quem será o goleador da copa 2014?

ANDRÉ - R: Neymar

EDSON – R:  Não tenho palpite..., mas imagino que possa ser um atacante alemão.

ITA – R: Temos vários candidatos. mas espero que seja o Neymar ou o Fred.

JADIR – R:  Jo

JEAN – R:  Temos muitos jogadores bons... mas vou torcer pra ser um brasileiro, o Fred!

LÉO – R:   Barcos (brincadeira) Messi.

MAS BAH – R:   Fred

ROGÉRIO - R:  Neymar

SIDI – R:  Neymar

ZEZINHO – R: Neymar

6.  Quem será o melhor jogador da Copa 2014?

ANDRÉ - R: Neymar

EDSON – R:  Leonel Messi

ÉRLON – R:   Não citou nenhum nome

ITA – R: também existem vários candidatos: Neymar, Cristiano Ronaldo, Messi, Schweinsteiger, Samuel Eto'o,  depende do momento de cada atleta.

JADIR – R: Messi

JEAN – R:  Pra mim o melhor "jogador" já é o Felipão!

LÉO – R: Leonel Messi

MAS BAH – R:  Neymar.

ROGÉRIO - R:  Messi

SIDI – R:  Neymar

ZEZINHO – R: Neymar

quarta-feira, 4 de junho de 2014

WALTHER MORAIS SE RECUPERA BEM

Gostaria de dividir uma boa notícia com vocês que prestigiam o nosso blog.
Acabei de falar ao telefone com o meu amigo e grande cantor Walther Morais. Ele me repassou ótimas notícias sobre a recuperação de sua saúde. O índio véio descansa em sua residência, na cidade de Viamão, se mostra bem disposto, já readquiriu alguns quilos e está ansiado pra voltar ao trabalho. É claro que alguns cuidados especiais devem ser mantidos por alguns dias ainda, mas o pior definitivamente já passou e agora, é só uma questão de tempo pra que ele retorne aos palcos. 
Qualquer hora destas ele participará ao vivo do programa Do Litoral à Fronteira, que eu tenho o privilégio de apresentar aos domingos, das 6h as 8h,  na Rádio Bandeirantes AM 640.

Recordando: No dia 16 de maio, Walther Morais foi internado com urgência no Hospital de Soledade, onde foi constatado que ele apresentava um quadro de derrame pleural, popularmente conhecido como "água no pulmão". 

CANTO E ENCANTO NATIVO: NESTA QUINTA NA EXPOBENTO

A Gravadora ACIT prepara um grande festa para esta quinta-feira, 05 de junho, durante a Expobento 2014. É a gravação do DVD e do CD "O Melhor do Canto e Encanto Nativo - Volume 3", evento que reunirá 22 nomes importantes da música regional gaúcha, a partir das 21 horas, no Pavilhão E do parque de eventos de Bento Gonçalves.

Além dos 22 artistas  que interpretarão os grandes clássicos do nativismo com novas roupagens e arranjos, o espetáculo terá também a atuação de uma banda base, composta por nove músicos renomados, tais como: Edison Campagna, Fran Duarte, Lazaro Nascimento, Luciano Maia, Marlon Castilhos, Nino Hens, Tita Sachet, Valdir Verona e Wilson Dobbins.

Quem quiser garantir presença nesse grande evento poderá adquirir ingressos antecipados nas Lojas Benoit da Serra Gaúcha e na Escola Infoserv de Bento Gonçalves. 
O show nativista tem a oferta de espaços diferenciados como camarotes, vip e pista. O primeiro lote está à venda com preços que variam de R$ 10 a R$ 25. Camarote R$ 25; Vip R$ 20 e Pista R$ 10. Cada ingresso adquirido dá direito, automaticamente, ao ingresso para a visitação da feira.

Para o diretor de Eventos da ExpoBento 2014, Mauri Demarchi, a feira abrirá com um grande evento e prevê um grande público já para o primeiro dia em função da atração musical.  “Mais uma vez a ExpoBento inova em sua programação e traz um show que reunirá grandes artistas da música nativista e gaúcha”, destaca.

A ExpoBento 2014 acontecerá de 5 a 15 de junho no Parque de Eventos de Bento Gonçalves e traz, em uma área de 45 mil m² de exposição, distribuída em quatro pavilhões (A, B, C e D), cerca de 450 expositores que apresentarão para um público estimado em 200 mil visitantes e mais de 25 mil itens em produtos e serviços. São opções de compra que não se esgotam e atendem a todos os públicos.

Os artistas que estarão no palco são os seguintes:

ANDRÉ LUCENA
Vocalista do grupo Quero-Quero, André Lucena coleciona  grandes sucessos que foram conhecidos com sua interpretação. Na estrada há mais de 20 anos, está a frente de um dos grupos de fandango mais conhecidos do sul.

BONITINHO
Juliano Trindade – o Bonitinho – é conhecido pela sua irreverência em cima do palco, dominando a guitarra como poucos conseguem fazer. Além de músico, Bonitinho é um excelente compositor.

CÁSSIA ABREU
Cantora e acordeonista, Cássia tem uma das vozes femininas mais marcantes na interpretação de música gaúcha. Domina o palco e a cordeona como ninguém.

CÉSAR OLIVEIRA E ROGÉRIO MELO
Amigos de muitos anos, criados juntos na cidade de São Gabriel, César Oliveira & Rogério Melo dividem o mesmo apreço pela arte e pelo folclore da pampa gaúcha. Honrar, valorizar e celebrar a força desta cultura é o objetivo de ambos.

DANIEL TORRES
Gaúcho, filho de pai chileno e mãe uruguaia, Daniel é um cantor consagrado. Coleciona mais de 50 troféus de melhor intérprete nos principais festivais do estado. É conhecido por cantar em português e espanhol, com um repertório de músicas românticas e latino-americanas.

ELTON SALDANHA         
Um dos maiores compositores do Rio Grande do Sul, Elton tem inúmeros discos gravados e é vencedor de vários festivais do estado. Entre os sucessos de sua autoria, EU SOU DO SUL, CASTELHANA e RONDA DE TROPA.

GABRIEL ORTAÇA
Cantor, compositor, segue os caminhos do pai, Pedro Ortaça, sempre com o toque marcante da sua gaita ponto. Sua carreira musical inclui também CD solo.

JOÃO CHAGAS LEITE
João Chagas Leite é dono de uma das mais belas vozes da música nativista. Vencedor de inúmeros festivais do Rio Grande do Sul. Sua trajetória é marcada por sucesso e muito prestígio, tanto por parte de seus fãs, como dos próprios colegas de profissão.

JOCA MARTINS
Há 27 anos na estrada, Joca é considerado um dos maiores nomes da música gaúcha campeira. Criou o “bordão” AÍ QUE EU ME REFIRO e conquistou o publico jovem da região sul do Brasil.

JORGE GUEDES
Natural de São Luiz Gonzaga, Jorge é cantor e compositor de música nativista e missioneira. Um dos grandes cantores do Estado e divulgador da cultura missioneira em palcos nacionais e internacionais e programas de grande notoriedade como o Programa do Jô.

JULIANA SPANEVELLO
Uma das vozes femininas mais lindas da música nativista, Juliana é sinônimo de graciosidade e boa música. É vencedora de inúmeros festivais.

LUIZ CARLOS BORGES
Cantor, compositor e acordeonista renomado Luiz Carlos Borges iniciou sua carreira aos sete anos de idade, na região missioneiro do Rio Grande do Sul. Sua carreira solo iniciou com o sucesso da composição Tropa de Osso, premiada na Califórnia da Canção, movimento musical que revolucionou a música tradicionalista gaúcha.

MAESTRO TASSO BANGEL
Maestro, músico e compositor, Tasso Bangel é um dos mais importantes nomes da música popular do Rio Grande do Sul. É fundador do histórico Conjunto Farroupilha, grupo responsável pela difusão da música popular gaúcha em âmbito nacional e internacional.

MARCELO DO TCHÊ
Vocalista do Tchê Barbaridade, Marcelo é também compositor e dono de uma das vozes mais conhecidas no meio musical. Ao longo dos anos, interpretou canções que se tornaram verdadeiros hinos da música gaúcha e fandangueira.

MARCELLO CAMINHA
Marcello Caminha, um dos melhores instrumentistas do Estado é natural de Bagé, e já acompanhou artistas como Renato Borghetti, César Oliveira e Rogério Melo. Hoje, além de cd’s gravados, Caminha leva seu Projeto Violão Gaúcho (vídeo – aula) a todo o país.

MAURO MORAES
Cantor e compositor uruguaianense premiado em todos os grandes festivais de música, Mauro Moraes é autor de músicas conhecidas pelo público como  Matungo, Mouro Negro, Cabanha Toro Passo entre outras.

NILTON FERREIRA
Nilton Ferreira já desfruta de uma reputação madura e firme no cenário da música gaúcha. Transitando num incomum espaço que mescla o nativismo e o gauchismo, compõe temas sempre vigorosos e os interpreta com competência ímpar.

OMAIR TRINDADE
Impossível não se emocionar com a voz que dá vida à Oração do Gaúcho, belíssimo texto de Dom Luiz Felipe de Nada, gravado por Omair Trindade, declamador e comunicador.

OSWALDIR E CARLOS MAGRÃO
Oswaldir e Carlos Magrão são sinônimo de sucesso na música gaúcha. Suas interpretações e seu carisma são atributos que complementam o talento musical da dupla, quem não lembra da música ‘Querência Amada’ que imortalizou a música de Teixeirinha e os projetou para o sucesso.

PEDRO ORTAÇA
Missioneiro de São Luiz Gonzaga, Pedro Ortaça é cantor, compositor e instrumentista. Juntamente com os filhos - Gabriel, Alberto e Marianita - leva a verdadeira música missioneira para todo o Brasil.


Yé é um dos intérpretes mais afinados da música gaúcha e nativista. Reside do Paraná e leva a música fandangueira e romântica para todo o Brasil e em 2001 realizou uma turnê pela Europa.