terça-feira, 22 de maio de 2012

A VIAGEM DO VIOLÃO GAÚCHO

É hoje o grande espetáculo "A Viagem do Violão Gaúcho", com o  grande instrumentista Marcello Caminha, a partir das 20h30min, no Teatro Tulio Piva, que fica na Rua da República, 575, na Cidade Baixa, em Porto Alegre.
Antes, as 16h, Marcello ministra oficinas àqueles que se interessarem em aprender o dedilhar e a batida característica do violão campeiro. Mas cheguem cedo, porque a procura é muito grande.
Lembrando que tanto a oficina quanto o espetáculo tem entrada franca.
Para o show, serão distribuídas senhas, limitadas a 250 pessoas.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

CONCURSO LITERÁRIO DA EPC

Divulgo a seguir, o regulamento de mais um Concurso Literário promovido pela Estância da Poesia Crioula, que recebi do meu amigo Cândido Brasil, presidente da Academia Xucra do Rio Grande.


REGULAMENTO DO CONCURSO LITERÁRIO CRISTÓVĂO PEREIRA DE ABREU 2012.
I – JUSTIFICATIVA
O ciclo do Tropeirismo foi importante fator de desenvolvimento econômico e social, no Brasil e demais países do Mercosul.   Foi ele, ainda, fator de integraçăo entre esses povos, razăo pela qual a Estância da Poesia Crioula, voltada para o resgate histórico e cultural desse ciclo, criou o CONCURSO LITERÁRIO CRISTÓVĂO PEREIRA DE ABREU, com o qual rende homenagem aos tropeiros, verdadeiros desbravadores do Rio Grande do Sul.
II – REGULAMENTO
1) As categorias deste concurso săo: PESQUISA HISTÓRICA, POESIA E TROVA.

2) Os trabalhos deverăo ser inéditos, redigidos em portuguęs ou espanhol, tendo por tema: O TROPEIRISMO.

3) Poderăo participar deste concurso pessoas naturais dos países do Mercosul.
4) PESQUISA HISTÓRICA: Deverá conter no máximo cinco páginas, ocupando apenas um lado da folha.

5) POESIA: Serăo aceitas todas as modalidades poéticas. A poesia deverá conter no máximo 120 versos ou linhas.

6) TROVA: Compreenderá a trova escrita, setissilábica e com rima dupla, rimando o primeiro verso com o terceiro e o segundo com o quarto.

7) Cada autor poderá concorrer com até tręs trabalhos em cada categoria.

8) Os trabalhos deverăo ser encaminhados, EXCLUSIVAMENTE POR E-MAIL, até o dia 04 de junho de 2012, para o seguinte endereço eletrônico: acandido@ghc.com.br
Parágrafo Único: Os trabalhos deverăo conter a identificaçăo do autor através de pseudônimo. Em separado deverăo ser enviados os dados pessoais contendo nome, endereço e telefone para contato.

9) Os trabalhos serăo julgados por comissőes especializadas, indicadas pela instituiçăo promotora do concurso.
10) PREMIAÇĂO: Os tręs melhores trabalhos em cada categoria receberăo diploma. Os primeiros colocados em cada categoria receberăo o troféu “CINCERRO DE PRATA”.

11) Os resultados serăo proclamados e os pręmios conferidos em solenidade especial, em Porto Alegre, durante a realizaçăo do 56º Rodeio de Poetas Crioulos, no último final de semana do mês de junho de 2012.

Candido Brasil - Presidente

sábado, 12 de maio de 2012

TERTÚLIA MAÇÔNICA DA POESIA


No dia 23 de agosto, acontece a 4ª edição da Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula, evento promovido pelo Piquete Fraternidade Gaúcha, entidade tradicionalista da maçonaria gaúcha.

As Inscrições podem ser encaminhadas até o dia 11 de junho de 2012, impreterivelmente, para o seguinte endereço:

Rua Jerônimo Coelho, 116 - Porto Alegre/RS, – CEP 90010-240

No envelope colocar: INSCRIÇÃO TERTÚLIA 2012;

O festival contempla duas linhas de criação poética:
Linha Maçônica: exclusiva para participantes pertencentes a Ordem Maçônica
Linha Gauchesca: aberta a todos os interessados em participar, sendo ou não maçônico.
 A 4ª Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula acontece no Teatro Dante Barone da Assembléia Legislativa do Estado, a partir das 20 horas.
O regulamento do festival está no blog  www.rondadosfestivais.blogspot.com .
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 9994.4540 ou através do “e-mail”: tomazadvogado@gmail.com.
Sucesso aos organizadores, e um especial abraço aos meus irmãos de regionalismo  Tomáz Schuch, Léo Ribeiro e Rodrigo Medeiros.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

DESPREPARO PARA O TURISMO


Monumento ao Negrinho do Pastoreio

Na manha desta sexta-feira,11/05,  precisei ir ao Tudo Fácil, no centro de Porto Alegre.  Ao entrar no prédio me deparei com uma estátua do Negrinho do Pastoreio, amarrado em cima de um formigueiro, como diz a lenda do folclore gaúcho.  Achei bonita a obra e pensei em fotografa-la quando saísse do edifício, que leva o nome do personagem.
Qual não foi minha surpresa que, ao sacar do meu celular para tirar a pretendida foto, fui impedido por um dos seguranças do prédio, sob o pretexto de que era proibido bater fotos da estátua. Achei um absurdo, pois era apenas o tempo de um clique e tava feito o serviço. Argumentei com o rapaz, mas não adiantou de nada. Tive que me dirigir  a um balcão localizado no outro lado do saguão, onde me reportei a um jovem que se apresentou como gerente do prédio.  Percebendo uma certa arrogância da figura, resolvi, só por birra, que não sairia dali sem tirar a bendita fotografia. Depois de muitas caras e bocas e justificativas vazias, o tal "gerente" acabou me autorizando, muito a contragosto,  a fotografar o monumento.
Durante e após o episódio, eu imaginava a mesma situação envolvendo um turista, interessado em fotografar aquela obra de arte e sendo impedido de fazê-lo , apenas por capricho de algumas pessoas despreparadas. Que impressão negativa este cidadão iria levar de nós. Seria uma grande vergonha para os porto alegrenses e até mesmo para os gaúchos em geral..
Ao invés de impedir o registro fotográfico da estátua do Negrinho do Pastoreio, não seria o caso de ter alguém ali, ou na recepção do prédio,m com conhecimento mínimo  suficiente para explicar ao possível visitante o significado da obra e de seu personagem ?   Garanto que ficaria muito mais bonito.
É lamentável concluir isto, mas realmente a capital tem muito que aprender para tornar-se uma cidade turística de verdade.
Tomara que até a Copa do Mundo tenhamos nos preparado, senão vai ser um baita fiasco.

CRISTIANO QUEVEDO EM BOM PRINCIPIO


segunda-feira, 7 de maio de 2012

NICO FAGUNDES SE DESPEDE DO GALPÃO CRIOULO


Foto: Luiza Carneiro

Uma festa regada a felicidade, música e muita história marcou a noite deste domingo (6), em Venâncio Aires, durante a gravação da comemoração dos 30 anos do Galpão Crioulo. O evento aconteceu na 12ª Fenachim (Festa Nacional do Chimarrão) e reuniu sete mil pessoas, segundo informações da Brigada Militar. Embora 38 atrações preenchessem o palco do programa trazendo o melhor da música regionalista, o grande destaque foi o apresentador Nico Fagundes, que depois de três décadas deixou a regência para o sobrinho Neto Fagundes.
Shana Müller, música do grupo Buenas e M’Espalho, conta que para ela Nico é uma referência na tradição do Rio Grande do Sul. “Ele cumpre um papel muito importante e consagra novos talentos. O Galpão Crioulo é um programa sem preconceitos”, elogia a artista. Liliana Cardoso, declamadora, concorda com Shana. Ela participou do evento mostrando ao público os bastidores da gravação, realizando entrevistas entre cada apresentação. “O Nico é um pai para nós. Colocou muita gente na vitrine e soube valorizar a arte de cada um”, disse Liliana emocionada: “É um sentimento de perda. Admiro sua genialidade”.
A trajetória do Galpão Crioulo começou em abril de 1982. São 30 anos ininterruptos com o mesmo apresentador Antonio Augusto Fagundes e mais de 1500 edições do programa no ar, gravados em estúdio, no campo, no palco ou em eventos. Luiz Carlos Borges, consagrado compositor, participou desde a primeira edição. “Sempre estive em todas as comemorações. Não houve um ano em que não participei de pelo menos uma edição do programa”, conta. Dentre as características de Nico, Luiz Carlos Borges destaca a competência com as palavras e com o conhecimento: “Ele fala não apenas do sul, mas também do universo do regionalismo. Consegue fazer comparações do jeito gaúcho com o jeito russo, por exemplo. Tem experiência em arte, composição, cinema”.
Com um palco totalmente revisitado para a apresentação, com um cenário novo em azul, 38 convidados especiais mostraram o melhor da história do Galpão Crioulo. Pelo menos 32 canções foram entoadas ao som da banda composta especialmente para o evento sob a batuta de Luciano Maia, com Marcelinho Freitas na percussão e bateria, Rodrigo Maia no baixo, Márcio Rosado e Matheus Alves nos violões. Além disso, o CTG Rancho da Saudade, grande vencedor do Enart 2010, também mostrou a sua coreografia. Os momentos mais emocionantes se deram com Berenice Azambuja e Gaúcho da Fronteira, Fátima Gimenez, Juliana Spanevello, Loma e Maria Luiza Benitez cantando “Céu, sol, sul terra e cor”, e em “Querência Amada, por Luiz Carlos Borges, Beto Mayer e Teixeirinha Filho.
A gravação dos 30 anos do Galpão Crioulo será divida em três programas a serem exibidos a partir do próximo domingo (13). Não perca!
Matéria extraída do site oficial do Programa Galpão Crioulo

sexta-feira, 4 de maio de 2012

CHURRASCO E POLAR GELADA

Ontem, depois do programa Ronda dos Festivais, que eu apresento na Rádio Rural, me bandeei pros lados da Rua Mariland, mais precisamente para a sede da agência de propaganda Paim Comunicação, aqui mesmo em Porto Alegre.  Convidei o amigo José Claro "Zezinho" pra ir comigo e lá, participamos de um evento pra lá de macanudo.  Era o lançamento da nova campanha publicitária da Cerveja Polar, que nesta versão 2012 associa a figura do cantor Gaúcho da Fronteira, um dos ícones regionais, aos "magrão", que participam das campanhas da marca há dez anos. Como sempre o trabalho ficou muito bom e estará nas telinhas a partir do dia 06 de maio.
Já na entrada fomos contemplados com um exemplar do livro "1002 Coisas Pra Fazer no RS Antes de Morrer", obra muito criativa que mostra nosso bairrismo de forma inteligente.
Pra completar a noite, nos foi servido um churrasco "de patrão", com as melhores carnes, acompanhado de carreteiro, feijão mexido, salada e, é claro, com Polar bem gelada.
Deixo meu agradecimento ao pessoal da Paim pelo honroso convite e pela forma atenciosa que fomos recebidos.
Gaúcho e os "magrão" da Polar

O livro é este

Brindando com Polar


Eu e o Zezinho com os "magrão"

quinta-feira, 3 de maio de 2012

CENAIR MAICÁ COMPLETARIA HOJE 65 ANOS DE IDADE

Neste dia 03 de maio, o cantor Cenair Maicá, estaria completando 65 anos de idade. Conhecido por cantar a natureza e os índios, Cenair foi um dos quatro troncos missioneiros ao lado de Jayme Caetano Braun, Pedro Ortaça e Noel Guarany. Passou a maior parte de sua vida em Santo Ângelo, onde começou carreira musical com o irmão Adelque. Gravou um compacto duplo e quatro LPs, dois deles reeditados em CD. Aos 17 anos de idade, num acidente, perdeu um rim, o que veio, mais tarde a comprometer sua saúde e influenciar no seu prematuro falecimento, que ocorreu em 02/01/1989, após sofrer transplante. Cenair está sepultado num bonito memorial, no cemitério de Santo Ângelo.  Fonte: Wikipedia
Memorial Cenair Maicá
Fonte: wikipedia.