sábado, 13 de abril de 2019

PROJETO AURORA NO "DO LITORAL À FRONTEIRA"

Lucas Ramos, Rodrigo Morales, Lucas Ferrera, Jairo Reis e Raineri Spohr
Neste sábado, 13/04, o programa Do Litoral à Fronteira recebeu a visita de quatro jovens artistas gaúchos: Raineri Spohr, Lucas Ferrera, Rodrigo Morales e Lucas Ramos. 
Além de tocar e cantar ao vivo, o quarteto de talentosos músicos, entre uma cuia e outra, divulgou o projeto Aurora, cujo objetivo é captar recursos, através de financiamento coletivo, para produzir e lançar o CD Aurora, cujo repertório contará com 12 músicas conhecidas e premiadas em festivais nativistas. 
Para colaborar com a iniciativa da gurizada, basta acessar o site vakinha.com.br/vaquinha/494482 e escolher uma das formas de participação. 
Contatos com a Raffa Reis da Tambor Produções pelo fone (51)996.996.482. 
Prosa, chimarrão e música de qualidade, ao vivo, pela Metrópole e também pelo Facebook, na página radiometropoeam.
Programa Do Litoral à Fronteira, apresentação deste comunicador que vos escreve, Jairo Reis, com a parceria de Moisés Porto na mesa de áudio. 
Sábado que vem tem mais, das dez ao meio-dia, na Rádio Metrópole AM, 1570. www.radiometropoleam.com.br .

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

O4 DE JANEIRO NO CENÁRIO CULTURAL GAÚCHO

04 DE JANEIRO DE 1923:  Nascia em São Francisco de Paula, o tradicionalista e líder comunitário Jarcy Cândido dos Reis
No final de década de quarenta, fixou residência em Santo Antônio da Patrulha, onde casou-se e constituiu família. 
Integrado a nova querência, participou da criação e fundação do CTG Coronel Chico Borges, em 1958,  tendo exercido quase todas as funções da patronagem, chegando ao cargo máximo de Patrão no biênio 1977/1978. De 1979 a 1981, ocupou o posto de Coordenador da 23ª Região Tradicionalista do MTG.   
Em 1982 recebeu o título de cidadão patrulhense.  
Atualmente existe uma rua com seu nome em Santo Antônio da Patrulha.  
A Moenda da Canção, um dos mais importantes festivais de músicas do estado, também o homenageia dando seu nome ao troféu dirigido ao Melhor Letrista.   
Jarcy Candido dos Reis, meu saudoso e inesquecível pai, faleceu em 17/08/1986, aos 63 anos de idade, em Santo Antônio da Patrulha. Ele completaria hoje, 96 anos. 



04 DE JANEIRO DE 1942: Nascia em Uruguaiana, o poeta, músico e declamador Marco Aurélio Campos, reconhecido por muitos como o maior intérprete de poemas gaúchos de todos os tempos.  
Integrou o grupo Os Teatinos, deixando registrado, no disco “Telurismo”, a sua mais brilhante interpretação para o poema de sua autoria intitulado “Eis o Homem”.  
Mais tarde, gravou este e mais 10 poemas no seu primeiro LP solo “Poesia Gaúchas”.    
Marco Aurélio, o Boca, faleceu em 03/02/1997, em Porto Alegre, aos 55 anos de idade.




04 DE JANEIRO DE 1996:  Com 72 anos de idade, morre o acordeonista, cantor e compositor Honeyde Bertussi, um dos nomes mais importantes do regionalismo gaúcho.  Foi também radialista e militante do tradicionalismo gaúcho.   
Na década de 50, formou, com seu irmão Adelar, a dupla Os Irmãos Bertussi, precursora da autêntica música fandangueira do Rio Grande do Sul.  
É autor de diversos sucessos como Oh de Casa, Cancioneiro das Coxilhas, Sangue de Gaúcho, São Francisco é Terra Boa, Cavalo Preto, Casamento da Doralícia, entre outros.      
Honeyde Bertussi tornou-se uma referência para uma geração de artistas regionais, principalmente para os acordeonistas cantores.    
Desde 1998, o município de Caxias do Sul, oferece a Medalha Honeyde Bertussi, ás personalidades que se destacam na conservação da cultura gaúcha naquele município. 
Honeyde Bertussi Siqueira nasceu em 20/02/1923 na localidade de São Jorge da Mulada, distrito de Criúva, a época pertencente a São Francisco de Paula, hoje, interior de Caxias do Sul.