segunda-feira, 17 de agosto de 2015

VINTE E NOVE ANOS DE SAUDADE

Numa tarde fria do dia 17 de agosto de 1986, aos 63 anos de idade, partia para a Estância Celestial o meu saudoso e queridíssimo pai, Jarcy Cândido dos Reis, grande tradicionalista e líder comunitário.
Ele nasceu no dia 04 de janeiro de 1923, na localidade de Lagoas, interior de São Francisco de Paula, mas viveu a maior parte de sua vida em Santo Antônio da Patrulha, onde fixou raízes a partir da década de 40.   Casou-se, em 1949, com a minha mãe, Maria Oliveira dos Reis, com quem teve três filhos: Dalva, Pedro e este que vos escreve.
Com o passar do tempo, inseriu-se de forma marcante na comunidade patrulhense.  Ajudou a criar a Igreja Episcopal Anglicana e  foi um dos fundadores do CTG Coronel Chico Borges, tendo ocupado vários cargos na patronagem da entidade, chegando ao posto máximo de Patrão, em 1977.   De 1978 a 1981, exerceu o cargo de coordenador da 23ª  Região Tradicionalista do MTG, entidade da qual também foi conselheiro.
Em 1982, já sem a visão,  foi agraciado com o Título de Cidadão Patrulhense. 
Após a sua morte, meu pai foi merecedor de diversas homenagens da comunidade de Santo Antônio da Patrulha. Tem uma rua com seu nome, no bairro Cidade Nova, e o melhor letrista da Moenda da Canção, recebe o Troféu Jarcy Candido dos Reis.
Vinte e nove anos sem a presença física do meu pai e a saudade ainda é enorme.
Ele foi, e sempre será, meu amigo, meu ídolo e uma referência em todos os aspectos da vida.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

PARELHA DE FUNDAMENTO


Dois dos mais importantes artistas do Rio Grande do Sul, com trajetórias individuais brilhantes, se unem para lançar um grande trabalho.  Me refiro ao cantor e premiadíssimo compositor, Érlon Péricles, missioneiro de São Luiz Gonzaga, e a Cristiano Quevedo, um dos mais talentosos intérpretes do nativismo, que se orgulha em dizer que nasceu na "Primeira Capital Farroupilha", Piratini.
Na verdade, eles já são parceiros a muito tempo. Juntos, venceram diversos festivais nativistas e se apresentaram nos palcos mais notórios da região sul do Brasil e de alguns países da América.
Agora, eles apresentam o projeto cultural "Parelha", que contempla a produção e edição de um CD com músicas inéditas, bem como a realização de espetáculos para apresentação do referido trabalho.
Os shows, com entrada franca, já estão confirmados para as seguintes datas, horários e localidades:

Dia 15 de agosto - 17h
Largo das Azaléias - Araricá/RS

Dia 20 de agosto - 21h
35 CTG - Porto Alegre/RS

Dia 28 de agosto - 22h
Palazzo Eventos  - Passo Fundo/RS


Parabéns Cristiano Quevedo e Érlon Péricles, por oferecerem ao Rio Grande esta obra "de fundamento", que já é mais um sucesso na carreira dos amigos.
Contem comigo, sempre.