terça-feira, 7 de junho de 2011

LANÇAMENTO DA 31ª COXILHA


Com Cristiano Quevedo e André Kryzczun

Participei ontem a noite, do lançamento da 31ª Coxilha Nativista de Cruz Alta, no Vitrine Gaúcha, aqui na capital.   Baita festa, como sempre acontece, pestigiada por autoridades, imprensa, músicos e público em geral.  Entre tantos artistas  estavam por lá: Cristiano Quevedo, Shana Muller, João de Almeida Neto, Arthur Bonilla, Leonardo Moralez, Angelino Rogério, Lenin Nuñez, Jorge Freitas, Clary Costa entre outros.
A 31ª Coxilha está programada para os dias 27, 28, 29 e 30 de julho de 2011 e o prazo para inscrições se esgota no dia 24 de junho. O regulamento está a disposição nesse link http://coxilhanativista.com.br/Regulamento_31_Coxilha_Nativista.pdf
O jurados da Coxilha são: Nenito Sarturi, Robledo Martins, Gujo Teixeira, Juca Moraes e Tiago Quadros. 
Os shows também já estão definidos:
27 de julho:  Adair de Freitas; 28 de julho: Pedro Ortaça; 29 de julho; Joca Martins e 30 de julho: Luiz Marenco e Jari Terres
Ao lado de Shana Muller, cantora e comunicadora. 
A Coxilha Nativista de Cruz Alta é um dos mais importantes e bem organizados festivais de música do Rio Grande do Sul. Alcança em 2011 a sua 31ª edição, fato que credencia o evento como o mais longevo festival do estado, realizado ininterruptamente.  Além disto a Coxilha se consagra a cada ano com edições marcantes. Foi assim em 2010, quando promoveu a 30ª edição em oito dias de evento durante os quais foi revisitada a trajetória do festival que tantas e tão boas contribuições tem dado ao ambiente cultural e musical do Rio Grande. Na Coxilha surgiram músicas que se tornaram extremamente populares e até mesmo clássicos do nativismo, como por exemplo:  "Segredos do Meu Cambicho", "Batendo Água", "De Já Hoje", "Bailanta do Tio Flor", "Maragatos e Chimangos", "Cismas" e até uma chamada "Uma Tarde no Corredor" que ainda faz sucesso com o nome de "Entrando no M'Bororé". 
Diversos cantores e músicos hoje consagrados, também surgiram no palco da Coxilha e, principalmente, na Coxilha Piá, casos dos talentos precoces de Ângelo Franco, Shana Muller, Juliana Spanevello, Arthur Bonilla, entre outros.
Estas constatações já dão uma idéia da importância da Coxilha para o cenário do nativismo gaúcho.
Desejo sucesso ao Secretário de Cultura Alex Dellaméa e toda a sua equipe e se Deus permitir estarei lá em Cruz Alta prestigiando mais esta edição da Coxilha.

Comissão Organizadora da 31ª Coxilha

Nenhum comentário:

Postar um comentário