quinta-feira, 4 de outubro de 2018

JAGUARETÊS - BORGES CANTA TELMO

Dois ícones do cenário regional gaúcho estarão unidos através da música, na noite desta quinta-feira, 04 de outubro, no palco sagrado do Theatro São Pedro, em Porto Alegre. 
No espetáculo "Jaguaretês - Luiz Carlos Borges Canta Telmo de Lima Freitas", o cantor, compositor e acordeonista LCBorges, a quem eu avalio como o mais importante e completo artista do regionalismo rio-grandense,  apresenta o CD "Jaguaretês", cujo repertório é composto por obras do mestre Telmo de Lima Freitas, que aos 85 anos de idade ainda se mostra atuante e produtivo artisticamente. Pra quem não sabe, Telmo é autor de várias obras fundamentais para o cancioneiro gaúcho, como por exemplo:  "Esquilador", "Prece ao Minuano", "Baile de Rancho", "Prenda Minha", "Cantiga de Ronda", entre tantos outras.   É considerado um dos "Pilares da Tradição", segundo o livro homônimo, editado pelo escritor Renato Mendonça.
Luiz Carlos Borges, como falei anteriormente, é um baita artista, em cuja brilhante carreira, já cinquentenária, produziu canções de grande relevância para o universo musical rio-grandense e brasileiro, tais como  "Tropa de Osso", "Romance na Tafona", "Coração de Gaiteiro", "Cavalo Crioulo", e muitos outros títulos que não caberiam neste espaço.

No espetáculo, Borges será acompanhado pelos músicos Yuri Menezes(Violão), Rodrigo Maia (contrabaixo), Glauco Vieira (acordeon), Neuro Junior (violão 7 cordas) e Kiko Freitas, filho de Telmo (bateria).    Fica a expectativa de que Telmo de Lima Freitas compareça ao espetáculo e suba ao palco para atuar ao lado de Borges.  Seria o máximo.

O CD "Jaguaretês"  estará á venda no Theatro, ao custo de R$ 30,00.  O  disco  conta com 17 faixas, ilustrações de Felipe Constant e textos de Vinícius Brum.

Para assistir a este showzaço, o público terá que adquirir ingressos cujos preços variam entre R$ 20,00 e R$ 60,00, dependendo da localização no Theatro.  

Informações:
(51) 9 9984.9081  -    contato@luizcarlosborges.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário