quarta-feira, 9 de março de 2016

SIMÕES LOPES NETO - ONTEM, HOJE E SEMPRE

Em 09 de março de 1865, nascia em Pelotas, o jornalista, teatrólogo, contista e escritor João Simões Lopes Neto.
Segundo os estudiosos e críticos de literatura, foi o maior autor regionalista do Rio Grande do Sul, pois sempre procurou, nas suas produções literárias, valorizar a história e os usos e costumes do gaúcho.   Porém, Simões Lopes Neto só alcançou a glória literária depois de sua morte, ocorrida em 14 de junho de 1916, em especial após o lançamento da edição crítica de “Contos Gauchescos e Lendas do Sul”, em 1949, organizada para a Editora Globo por Augusto Meyer, com o decisivo apoio de Érico Veríssimo.
Simões Lopes Neto publicou apenas quatro livros:

Cancioneiro Guasca (1910), Contos Gauchescos (1912), Lendas do Sul (1913), Causos do Romualdo (1914).

Para  marcar os 151 anos de nascimento e o centenário de morte de João Simões Lopes Neto, a Secretaria de Cultura do RS promove, o Biênio Simoniano, cuja programação inicia neste dia 09 e se estende até o dia 14 de junho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário