domingo, 28 de fevereiro de 2016

2º ESTEIO DA POESIA - BAITA FESTIVAL

Zulmar Benitez e Jair Silveira defendem o poema "De Esporas Calçadas", de Caine Garcia.
Mais uma vez, parabéns aos organizadores do Esteio da Poesia, pelo sucesso da 2ª edição, realizada na noite de ontem, 27/02, na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya, em Esteio.
A começar pelo público, que mais uma vez lotou as dependências do teatro, provando que a poesia gaúcha tem sim uma platéia interessada e fiel. Outros quesitos como atenção aos participantes, capricho na confecção do material impresso, som de qualidade, local adequado e boas condições de trabalho à imprensa, são aspectos que poderiam servir de exemplos positivos para outros festivais, não só de poesia, mas de música também.
Comissão Avaliadora: Vaine, Wilson e Cristiano
Os dez poemas concorrentes, foram muito bem escolhidos pela comissão avaliadora, formada por Cristiano Ferreira, Vaine Darde e Wilson Araujo, que certamente teve dificuldades para definir os melhores.  As interpretações, tanto as masculinas, quanto as femininas, foram emocionantes, e os amadrinhadores, mais uma vez, ofereceram um espetáculo à parte.
Falando em espetáculo, cabe salientar o boa apresentação de abertura da cantora Nélida  Rossi, e a excelente performance do fantástico Grupo Mas Bah, no encerramento da noite.

Pedro Junior da Fontoura
O resultado, de maneira geral, foi adequado e elegeu, merecidamente, como destaque do festival, o poema "De Esporas Calçadas", de autoria do poeta bagéense Caine Garcia. A obra conquistou quatro premiações: 2º Lugar Poesia,  Melhor Trabalho em Palco, 1º Lugar Declamador (Jair Silveira), 1º Lugar Amadrinhador (Zulmar Benitez).

Mas, na minha modesta opinião, com todo o respeito que os jurados, todos meus amigos, fazem por merecer, e sem qualquer demérito aos demais declamadores e declamadoras concorrentes, o nome de Pedro Junior da Fontoura não poderia ficar de fora do rol dos intérpretes premiados. Com talento e competência, ele emocionou a todos interpretando o poema “Não Me Fales do Gaúcho Velho” criado pelo poeta Rodrigo Bauer para homenagear o sempre saudoso Antônio Augusto Fagundes. Os versos conquistaram o 1º Lugar na modalidade Poesia.
No mais,  registro aqui os parabéns a todos os premiados e àqueles quede alguma maneira contribuíram para o sucesso do 2º Esteio da Poesia Gaúcha,em especial aos “batalhadores” Djalma Pacheco e Paulo Vargas, que com dedicação e competência colocam a cada ano um moirão de angico no alambrado “de fundamento” que o Esteio da Poesia está erguendo em defesa da arte e da cultura do Rio Grande do Sul.

Baita abraço e vida longa ao Esteio da Poesia!!

Confere o resultado completo do 2º Esteio da Poesia Gaúcha:

Modalidade POESIA:
Primeiro Lugar: NÃO ME PERGUNTES DO GAÚCHO VELHO
Autor: Rodrigo Bauer
Declamador: Pedro Junior da Fontoura
Amadrinhadores: Mario Tressoldi/Diogo Barcelos
Segundo Lugar: DE ESPORAS CALÇADAS
Autor: Caine Garcia
Declamador: Jair Silveira
Amadrinhador: Zulmar Benitez
Terceiro Lugar:  O LIVRO DO CORAÇÃO
Autor: Mateus Costa
Declamadora: Andréa Elói
Amadrinhador: Vinícius Freitas

Modalidade INTÉRPRETE:
Primeiro Lugar:  JAIR SILVEIRA
Poema: De Esporas Calçadas
Autor: Caine Garcia
Segundo Lugar: NEITON PERUFFO
Poema: Marca e Sinal
Autor: Carlos Omar Villela Gomes
Terceiro Lugar: ROSANA ARAUJO
Poema: Mascate da Esperança
Autora: Joseti Gomes

Modalidade AMADRINHADOR:
Primeiro Lugar:  ZULMAR BENITEZ
Poema: De Esporas Calçadas
Segundo Lugar: HENRIQUE SCHOLZ
Poema: Quando se Vende um Pingo de Arreio
Terceiro Lugar: VINICIUS FREITAS
Poema: Pago Vazio

MELHOR TRABALHO EM PALCO:  DE ESPORAS CALÇADAS
Autor: Caine Garcia
Declamador:  Jair Silveira
Amadrinhador: Zulmar Benitez

Nenhum comentário:

Postar um comentário