quarta-feira, 25 de agosto de 2010

REVENDO AMIGOS NA TERTÚLIA

Estive ontem no Auditório Dante Barone, prestigiando a III Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula, festival organizado pela Maçonaria gaúcha. Além se assitir aos ótimos declamadores interpretando poemas igualmente excelentes, tive a oportunidade e rever amigos e confraternizar com eles. Na coordenação do festival, o dileto amigo Léo Ribeiro de Souza, poeta e compositor serrano; o apresentador do evento era o Tomaz Schuch, grande amigo e meu primo emprestado; no juri, estava Rodrigo Medeiros, outro baita amigo e meu orientador quando a situação tá enferruscada. Estavam também por lá o Pedro Junior, declamador conceituado e parceiro dos buenos; o Cândido Brasil, recém empossado como presidente da Estância da Poesia Crioula; o poeta Tadeu Martins, um dos maiores artistas plásticos do estado, de cuja a amizade eu tenho a honra de desfrutar; o coronel Moisés Menezes, o Clênio Bibiano, a Liliana Cardoso, o Paulo Ricardo Santos, o Adão Bueno, o Diego Geisler, o Jader Leal, o Luiz Kuhr, o Pierre e a Patrícia, o Mauro Rosa de São Lourenço do Sul, amizades construídas pelos festivais a fora. Fico feliz quando reencontro amigos e mateio com eles, mesmo que por breves instantes.
Quanto ao resultado do festival, está lá no blog www.rondadosfestivais.blogspot.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário