sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

HORACIO GUARANY MORRE NA ARGENTINA

Faleceu nesta sexta-feira, 13 de janeiro, o cantor e compositor argentino Horacio Guarany.

Tive o privilégio de conhecê-lo e de entrevistá-lo, à época para a Rádio Rural, quando ele apresentou seu espetáculo numa das edições do festival Um Canto Para Martin Fierro, em Santana do Livramento.
Lamentavelmente a equipe de segurança (exageradamente truculenta) não permitiu que eu eterizasse  aquele momento Numa fotografia.  Mas, tudo bem. O que importou realmente, foram os breves instantes em que pude prosear com ele, naquela que foi uma  das minhas inesquecíveis experiências como profissional da comunicação.

Batizado Eraclio Catalín Rodriguez, Horacio Guarany, estava com 91 anos de idade e preferia viver isolado em sua chácara "Plumas Verdes", situada na cidade de Luján, na Argentina.  A causa da morte foi insuficiência cardíaca.
Horacio Guarany iniciou sua brilhante carreira artística aos 17 anos de idade, quando decidiu morar em Buenos Aires.     No começo, cantava música folclórica, boleros e tangos.  Em 1957, lançou  primeiro de seus 57 discos.
O apogeu da carreira foi nas décadas de 1960 e 1970, quando reivindicada, em suas canções,  uma vida melhor para peões, campeiros e trabalhadores  em geral.
Conquistou 15 discos de ouro, 10 de platina  e foi distinguido com o "Konex de Platina", como o "Mayor Cantante Masculino del Folclore".
Manteve-se em atividade até os 90 anos de idade, quando se apresentou pela ultima vez no Festival de Folclore Jesus Maria Jose.
Ao longo de seus 75 nos de carreira, tornou-se um dos mais populares e respeitados artistas do folclore sul americano.
Horacio Guarany nasceu em 15 de maio de 1925, na cidade de Las Garzas, província de Santa Fé.

Fonte e foto: Clarin

Nenhum comentário:

Postar um comentário